Fazenda Conde do Pinhal – São Carlos-SP

Casa do Pinhal

Fazenda Conde do Pinhal - São Carlos-SP PraTurista

Conhecida como Fazenda Conde do Pinhal e tombada, em 1981, pelo Conselho do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (CONDEPHAT), em 1987 foi declarada Patrimônio Histórico e Artístico Nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Também chamada de Fazenda Pinhal e atualmente denominada “Casa do Pinhal”,  em seus 45,01 hectares, esconde uma enorme riqueza de ambientes, arquitetura, história, objetos e obras de arte, áreas verdes e experiências exclusivas, que podem ser experimentadas em uma visita cujos detalhes você confere na sequência.

 

Como chegar na Casa do Pinhal

Rodovia Municipal Domingos Innocentini  (Estrada do Broa), Km 4,5 (seguindo por mais aprox. 4km de estrada de terra, em condições regulares).


Link para o mapa (GPS): clique aqui

 

Horário de Funcionamento

As visitas são monitoradas e devem ser agendadas (através dos contatos abaixo), de terça à sexta às 9h ou às 13h30 e aos sábados às 13h30 (orientando-se chegar com antecedência).

O percurso leva em torno de 3 horas e termina com um café servido pela Fazenda.

 

Contatos

Site Oficial

Facebook Oficial

E-mail para agendamento

Telefone: (16) 3377-9191

 

Quanto Custa

Pessoas entre 21 e 60 anos de idade (mesmo estudantes), pagam R$15,00 pela visita, que inclui todo o percurso monitorado e o café.

Demais idades e pessoas com deficiência, assim como grupos escolares não pagam.

(Não aceita cartões de débito/crédito)

 

Estrutura e Acessibilidade

Fazenda Conde do Pinhal - São Carlos-SP PraTurista

Primeiramente, é importante saber que a Casa do Pinhal NÃO oferece hospedagem e nenhum tipo de serviço de lazer.

As visitas são acessíveis para pessoas com deficiência e, obrigatoriamente, agendadas e monitoradas, com início e fim determinados.

A fazenda conta com estacionamento e, na recepção, você encontra banheiros (que não são adaptados, mas comportam o acesso com cadeira de rodas) e convém utilizá-los antes do início da visita.

Água é oferecida antes e durante o percurso, mas ainda pode ser conveniente levar sua garrafinha.

Não possui fraldário e o passeio poderia se tornar cansativo para crianças. No entanto, os guias orientam que o ritmo seja ditado pelas crianças, tornando a visita mais agradável para todo o grupo, ainda que desta forma, menos detalhes possam ser apreciados.

Fotos e vídeos são liberados sem o uso de flash e sons.

Não é vendido nenhum tipo de souvenir, considerando que o objetivo da instituição é estritamente cultural/educativo, sem fins lucrativos.

Durante a visita, muito além de um discurso turístico sobre o passado, os monitores estimulam a reflexão no contexto histórico, cultural e social.

Entre os espaços preservados e disponíveis na visita estão os terreiros do café em frente à antiga senzala, a Casa Grande com seus vários ambientes e móveis Thonet, lustres e decorações, como entalhes e pintura em ouro na capela, óleos de Almeida Júnior, pintura da Fazenda por Benedito Calixto; porcelanas personalizadas e utensílios que já passaram por 9 gerações da família.

Tudo isso sem contar o jardim e pomar murado com seu incrível sistema “natural” de irrigação, a escada d’água da Condessa e sem esquecer do café (colhido na própria fazenda) oferecido no final do percurso com mais algumas surpresas exclusivas.

 

Dicas e Curiosidades

Fazenda Conde do Pinhal - São Carlos-SP PraTurista

A Fazenda Pinhal é o tipo de atrativo que “dá vontade de contar tudo”, mas também queremos que você possa se surpreender na sua visita.

Nossas fotos podem mostrar um pouco do que não vamos dizer, mas enfim:

  • Agende sua visita com antecedência, pois pode haver grande concorrência, especialmente para o sábado. Além disso, ao combinar o passeio com sua família, ou amigos, considere que o número máximo permitido por grupo é de 10 pessoas.
  • Uma dica legal é que você pode andar pela fazenda aí mesmo – no seu computador ou smartphone, por este link < clique. (É isso mesmo! Clique na imagem e seguirá na direção escolhida; Clique e arraste e você mudará a posição da câmera. Simples assim!) Experimente! (Neste link você também pode ver as várias fotos da fazenda disponíveis no Google).
  • Para os pesquisadores ou mais entusiasmados com a história, a Casa do Pinhal, também através do site oficial possui Biblioteca e acervo digital de documentos referentes não só à história da fazenda, da família do Conde e da Condessa do Pinhal, mas também sobre o município de São Carlos e região, o café e a política regional nesse contexto entre outros documentos.
  • A Fazenda Pinhal é “tombada”, declarada Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 1987, e o último restauro ocorreu de 2012 a 2015, período em que 25 mil horas de vídeo foram feitas tendo como resultado este excelente documentário < acesse para ver no Youtube.
  • O vídeo acima é imperdível para curiosos que nem imaginam um processo de restauro. Mas quem prefere um bem resumido para conhecer um pouco da Fazenda Pinhal, pode ser este da secretaria de educação (SP) >> Atenção: canal com vídeos suspensos durante o período eleitoral <<
  • A Fazenda também já foi tema do programa Mais Caminhos da Rede Globo.

 

Para quem gosta de história…

Fazenda Conde do Pinhal - São Carlos-SP PraTurista

Ela pode ser conhecida em detalhes (inclusive quanto aos aspectos arquitetônicos) no site oficial, ou vivenciada na visita, e nós anotamos alguns pontos importantes para você:

Começamos pela década de 1780, quando pai e avô do futuro Conde do Pinhal adquiriram terras por meio de cartas de sesmaria (antiga Sesmaria do Pinhal) na região dos Campos de Araraquara.

Antônio Carlos de Arruda Botelho e Francisca Theodora Coelho tiveram um filho: o futuro médico, agricultor e senador Carlos José Botelho, o herdeiro, que deu início às atividades econômicas (plantação de cana de açúcar, criação de gado e, na década de 1840, a plantação de café, além da construção da Casa de Morada da Fazenda).

Em 1863, Antônio Carlos se casou novamente (um ano após o falecimento de Francisca), com Anna Carolina de Oliveira, filha dos futuros Visconde e Viscondessa de Rio Claro, com quem teve doze filhos.

Além de inúmeros grandes empreendimentos, cargos políticos assumidos e, especialmente, pela participação na Guerra do Paraguai e, posterior construção da Estrada de Ferro, Antonio Carlos de Arruda Botelho adquiriu ao longo de sua vida os títulos de Coronel Comandante Superior da Guarda Nacional (1867), Oficial da Ordem da Rosa (1868), Barão do Pinhal (1879), Visconde do Pinhal (1883) e Conde do Pinhal (1887).

Faleceu em 1901. Sua esposa, em 1945. E a Fazenda do Pinhal permanece, desde sua fundação até os dias atuais, entre os descendentes da Família Arruda Botelho, que mantêm viva a memória de seus ancestrais, sempre se empenhando em preservar este importante patrimônio do interior paulista.

 

Galeria de Fotos

Para sua melhor experiência com as imagens:

No computador: após clicar em qualquer uma, experimente usar as setas do teclado;
No Smartphone: mantenha seu aparelho no modo paisagem (deitado), toque em qualquer imagem e depois em suas laterais.

 

Existem inúmeras fotos lindas (e vídeos) da Fazenda Pinhal espalhadas pela Internet. Muitas boas podem ser vistas no aqui no site oficial da Casa do Pinhal e várias outras marcadas no Google, além do “street view.

 

Última atualização desta página: 18/04/2019

Entenda como as informações PraTurista são atualizadas << clique aqui.

 

Atrativos Próximos

Restaurante Rural Fazenda Yolanda

Escola da Floresta (Sítio São João) – em breve

 

Atrativos Relacionados

Castelo Plaza (empreendimentos da Família Arruda Botelho)

 

 

Fontes, Créditos e outros

→ Fotos originais feitas em uma ou mais visitas da Equipe PraTurista à Casa do Pinhal;
Vídeo oficial do PraTurista na Casa do Pinhal;
Google Maps;
Google – fotos e street view;
Site Oficial;
Facebook Oficial
Conselho do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo –CONDEPHAT – Fazenda do Pinhal;
→ Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN;
Dados dos processos de tombamento;
→ Wikipedia: Pinhal;

→ Wikipedia: Estrada do Broa;
→ Wikipedia: Lazer;
→ Wikipedia: Souvenir;
→ Wikipedia: Senzala;
→ Wikipedia: Thonet;
→ Wikipedia: Almeida Júnior;
→ Wikipedia: Benedito Calixto;
→ Wikipedia: Antônio Carlos de Arruda Botelho;

→ Wikipedia: Carlos José Botelho;
Documentário do último restauro;
→ Vídeo: Secretaria de Educação do Estado de SP (canal com vídeos suspensos durante o período eleitoral);
→ Reportagem: Mais Caminhos – Rede Globo;
TripAdvisor.

 

 

É claro que você gostou! ☺ Agora compartilhe!! (É só clicar em um dos botões abaixo).